5 coisas que você precisa saber antes de adotar um cachorro

24/02/2017

Ou catioro, porque é mais fofíneo falar assim.



Eis que eu era uma crazy cat lady. Até que conheci o Kaio e, com ele, veio a Meg, uma weimaraner velhinha e super dócil. ♥ A Meg faleceu na metade de 2016 e tudo ficou um tanto quanto cinza, até o Kaio sugerir que nós adotássemos uma catiora. Mas, não contentes em adotar uma, adotamos duas irmãzíneas. E foi assim que tudo começou.

Então, se estiver pensando em adotar um cachorro, confira essa lista massa de coisas que você PRECISA saber. E, caso você já possua um/a amiguinho/a de quatro patas, vem chorar dar risada e balançar a cabeça pensando "Nossa, é assim mesmo".

1. Eles comem tudo.
TUDO. MESMO. Chinelo, casinha, cabo de vassoura, pá, portão (!), tijolo (?), roupas, moto (sim), mangueira, pé da máquina de lavar, panfletos, cimento, pregador de roupas. Enfim, tudo. Especialmente tratando-se de filhotes. Atente-se a isso, porque não vale culpar o bichinho depois, tá?

2. Eles são extremamente dependentes.
Sabe aquele lance de que gatos são independentes? Pois é. Verdade universal. Não que gatos não sejam carinhosos ou afetivos. O lance é que cachorros têm isso multiplicado, no mínimo, por mil. Eles precisam de MUITA atenção. O tempo todo. Portanto, considere se você terá tempo para suprir toda essa carência.

3. Eles não têm tempo ruim.
Faça chuva ou faça sol eles estarão perseguindo borboletas por aí. Ou seja, independente do seu humor, ele vai trazer uma bolinha toda babada para brincar com você. E, muito possivelmente, você não irá resistir àquela carinha fofa e feliz, apesar de ser pura chantagem.

4. Eles dão (muito) trabalho e gastos.
Parece meio óbvio, mas não é. Cachorros dão muito trabalho. Mais do que você, provavelmente, pode imaginar. Talvez eles achem divertido pular em você com as patíneas cheias de cocô ou dilacerar panfletos e espalhar milhares de pedacinhos por todo o quintal. Enfim, muita calma nessa hora. Além disso, eles dão gastos, assim como qualquer outro animal, então prepare o seu bolso. Pode ser, por exemplo, que eles enfiem a cabeça na grade do portão e tenham um otohematoma ou desenvolvam uma infestação de carrapatos. Acredite, acontece  experiência própria. Por isso, separe uma re$erva mensal para prováveis emergências caninas.

5. Eles são companheiros fiéis.
Sabe aquele dia de fossa? Seu cachorro estará lá. Sabe aquele dia cheio de alegria? Ele também estará lá. Muito provável que ele tente te defender de todos os perigos do mundo, inclusive pombas ou lagartixas. Ou talvez ele só queira ficar grudadinho contigo all the time. De qualquer forma, ele sempre vai estar ao seu lado.

tchauzíneo

Lamente aquela lingerie linda que seu catioro comeu aí embaixo!
Ou conte sobre aquela vez em que ele roubou um frango de cima da mesa.
Prometo não rir (muito).

29 comentários:

  1. Oieh Victória!!! Acabei de conhecer o seu blog, vim através do grupo United Blogs e amei esse seu cantinho, já o estou seguindo <3 Nunca havia realmente me interessado por animais, em casa meus pais nunca permitiram kkkkkk mas, de um tempo pra cá, eu estou muito afim de um em especial da raça Lulu da Pomerânia (Spitz Alemão Anão). Gostaria de ter um cãozinho pequeno, e acho essa raça perfeita, já o mozão, gosta de cachorros grandões kkkk #Indecisão. Achei ótima sua postagem , é bem pertinente as minhas dúvidas :D se puder, faz um visitinha ao meu blog :3 Beijocas. Te aguardo <3

    Sorriso Jovem | SJ Oficial Fanpage

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiê! Fico muito feliz que tenha gostado do blog. <3

      Sempre tive contato com animais; já tive gato(s), coelho, tartaruga etc. Mas é a primeira vez que convivo com cachorros. hahaha Para ser sincera, não sou ligada em raças, mas gosto de porte médio-grande. :P

      Que bom que curtiu! Pode deixar, irei passar por lá. :D

      Obrigada pela visita.

      Beijos ;*

      Excluir
  2. Eu tenho uma gata chamada Lola, mas já tive cachorro duas vezes. Meu último se chamava Apolo e era um xodózinho da família. Meu irmão adorava brincar com ele e os dois até ficavam cansados de tanto que brincavam. kkkk Sinto saudades de ter um companheiro canino, mas com a correria de agora e a dificuldade que seria lidar com um cachorro agora, acabo preferindo a calmaria de ter um gato.

    Com carinho,
    Conto Paulistano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, que gostoso! <3 Gosto muito de gatos também! Tive vários companheiros dessa espécie. hahaha Porém, atualmente, estou me divertindo com a loucura canina.

      Beijão :*

      Excluir
  3. Nossa... tem um tempinho sobrando aí? Porque se eu falar dos bichinhos que tive ou que convivi, o papo vai ser um pouco longo... hahahaha
    Pra encurtar vou resumir os últimos 23 anos: foram 8 cachorros (3 de raça, pastor alemão, dachshund e boxer), 2 pintinhos (um deles até virar galo), 3 peixes beta, 1 cágado, 3 hamsters, 1 gata e uma família de galináceos com galo, galinha e uma pintinha... hahaha Acho que é isso.
    Lembro que um dos vira-latas me esperava na esquina de casa à noite, quando eu voltava da escola, abocanhava a minha mão e me levava até em casa... Tanto o pastor, quanto o boxer, protegiam as crianças (minha irmã caçula e minha filha mais velha) e não as deixavam passar do portão de casa.
    Moro no mesmo terreno que meus pais, então nossos bichinhos meio que se misturam... Hoje temos (ao todo) 2 cachorros vira-latas, 1 gata siamesa (filha de vira-lata), 1 hamster, 1 cágado e a família galinácea... hahahaha
    Amei teu post.

    Um beijo.

    Ah! Só pra constar... de todos, só o dachshund e o boxer foram comprados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carambaaaa, quanto bicho! HAHAHA No momento, estamos com 2 cadelas e 1 hamster, é o que $uportamos. Porém, a vontade de ter mais animaizinhos é imensa, não vou mentir!

      É super lindo esse carinho que eles têm por nós, né? Temos uma mestiça de labrador e outra de pastor alemão. A segunda, chamada Nymeria, é MUITO protetora, late até para os pombos (coitados). A Lady já é mais calma e apegada.

      Tive um boxer quando era criança, acho tão lindo! Eles costumam ser super brincalhões, né?

      Fico muito feliz que tenha gostado. <3

      Beijão :*

      Excluir
  4. Ahhhhhhhhh, sou mega suspeita pra falar, mas cachorro é um amorzinho n´?
    Aliás um dos amores da minha vida desde minha infancia... não vivo sem e sofro junto!
    É um dos amores mais puros que podemos receber! Sou apaixonada!
    Não conhecia seu blogzinho lindo ainda! E estou seguindo! *-*

    Adorei tudo por aqui! Você é super organizada!

    Memórias de uma Guerreira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também sou suspeita, mas concordo! <3 Cachorros são companheiros super amorosos.

      Poxa, fico muito feliz. De coração: obrigada! Vira e mexe passo pelo teu blog, gosto muito de lá. hihi

      Beijos ;*

      Excluir
  5. Gostei muito do post e acho que é informação que, ainda que seja dada de uma forma casual, é muito importante! Acho que antes de tomar a decisão de adotar um patudo, todas as pessoas deviam ter em conta esses cinco itens (e alguns outros também).

    Um beijinho,
    Bia do Bookaholic.

    ResponderExcluir
  6. Adorei o post é super verdade, meus cachorros já comeram os meus brinquedos quando eu era mais nova!

    ResponderExcluir
  7. Olha eu tenho um gatinho e ele é 100% dependente hahaha, acho até estranho pois todo mundo diz que os felinos são independentes, mas meu Simba não fica um minuto sozinho.
    Eu já tive um catiorinho quando era criança e ele comia tudo mesmo, uma vez (épica essa história) ele derurbou um varal inteiro de roupas lavada, rasgou todas as roupas incluindo meu lençol favorito hahahaha. Mas confesso que eu tenho medo de cachorros (tipo fobia de tremer loucamente quando começo a ficar nervosa), porém os acho lindos e amo ver fotinhos (meio louco, eu sei!) ☺ Beijos, adorei o post, fiz recentemente um parecido no blog só que sobre gatinhos ☺ Flores no Outono 

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que fofinho! <3 Já tive uns 5 gatos e todos eram super independentes. :( hahaha

      NOSSA, não quero nem imaginar essa cena. HAHAHAHA Por aqui, as meninas costumavam puxar lençol do varal, mas pararam (graças). Poxa, que pena. :/

      Fico feliz! Já fui fuçar lá no teu blog, adorei o post sobre gatinhos.

      Beijos ;*

      Excluir
  8. A minha cadela come de tudo mesmo! hahahaha
    até picolé, não pode ver o barulho de prato ou de algum pacote que vem correndo! kkkk
    Mas é tão bom ver o carinho e a cumplicidade que eles tem com a gente ne?! ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHAHA Por aqui também é assim!

      Sim, é uma delícia. <3

      Beijos :*

      Excluir
  9. Eu não tenho cachorro, mas cresci com o cão da minha tia, e tudo que está na sua lista é real huahua
    Convivo com outros cães hoje, mas sou a louca dos gatos uhauhua

    bruna-morgan.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou metade gato e metade cachorro. HAHAHAHA Amo demais ambos. <3

      Beijos :*

      Excluir
  10. Sou apaixonada por animais... tenho 2 catiorros, 2 gatineos e 1 lorineo, então ja viu né? hahha. Mas com certeza os que mais dão trabalho são os catiorros. Tenho um com 13 anos (já está bem velhinho) e o novo bebê da família com 3 meses. Concordo com tudo da listinha e mais um pouco, vic!
    Eles são umas pestinhas principalmente o novinho, mas não tem sensação melhor que chegar em casa e ver a felicidade deles correndo pra falar comigo. Um grande beijo <3

    www.blogfeeminices.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, que gostosíneo! HAHAHA As minhas catioras têm 7 meses, aprontam um monte. :P Realmente, é a melhor sensação!

      Beijão :*

      Excluir
  11. Amo cães! Aqui em casa temos 3! Eles realmente dão trabalho, mas olha, vale muito a pena, porque o trabalho que nos dão é recompensado com muito carinho que eles nos dão! Fazem muito bem! Adorei o post! Bjuus!

    ResponderExcluir
  12. Eles são uns fofinhos, né? ♥ Com certeza, vale super a pena. É um amor incondicional.

    Obrigada!

    Beijos ;*

    ResponderExcluir
  13. Olá! Grande verdade. Ter um bichinho é ter responsabilidade. É saber que vão haver momentos bons e alguns difíceis, especialmente quando eles tiverem doentes. Gostei do seu alerta. Desde criança já tive vários e de várias raças. Tenho uma agora de 2 anos, mega bjooooooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, exatamente! É sempre bom conscientizar, não é? Que gostoso. <3

      Beijos :*

      Excluir
  14. Boa lista aí! Cachorros dão, sem dúvida, imenso trabalho! Eu sou mais virada para gatos mas o meu namorado prefere cães, por isso já estou a adivinhar que irei ter de me preparar mais cedo ou mais tarde para as despesas :o mas tudo compensa para darmos amor aos nossos companheiros!

    Beijinhos,
    Mii
    Comic Life Blog

    ResponderExcluir
  15. Sou completamente apaixonada por cães e recentemente resgatei uma dog muito amorzinho das ruas. Não pude ficar com ela pois já tenho um cachorro que é territorialista, foi um sufoco para achar adotante! É incrível pq muita gente não gosta de cachorro e sim do status de alguma raça de cachorro. Amei seu post, encheu o coração ♥

    ResponderExcluir
  16. Nossa, a mais pura verdade! hhahahaha
    Quando o Amigo veio aqui para casa, era um vira-lata pulguento que cabia na minha mão e carregava cada par de chinelos que via para casinha dele.
    Hoje, batendo no meu joelho, ele já entendeu que se eu não achar meu chinelo ele não acha a ração dele.
    É uma ótima companhia!
    www.josya.com.br

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Caso queira, deixe um comentário. ♥ Não se esqueça de clicar na caixinha "Notifique-me" para receber a minha resposta em seu e-mail.

Tecnologia do Blogger.