A coisa está toda ferrada

12/01/2017

Essa frase é tão universal que eu não sei nem por onde começar. Vamos fazer - ainda que tardiamente - uma rápida retrospectiva do ano de 2016?

Filmes, filmes e mais filmes
Eu e o Kaio assistimos a cerca de 100 filmes, sendo que nossa meta era 48 (o dobro do ano de 2015, shame on you), ou seja, atingimos a meta e dobramos a meta. E isso dá, mais ou menos, um filme a cada 3 dias, o que significa que estamos bem. Alguns longas marromeno, outros excelentes, mas, no geral, foram várias horas bem aproveitadas e que, certamente, renderão muitas resenhas aqui no blog (ou não, depende do meu humor). Vamos ver o que rola em 2017.

Work work work work wok
2016 também foi um ano de muito trabalho. Tanto no pessoal, quanto no profissional. Foram várias madrugadas varadas em claro e muitos fins de semana sem descanso. Porém, como diria o Fernandão: tudo vale a pena se a alma não é pequena. 2017 já tem se mostrado frutífero e cheio de surpresas, então vem que vem.

Surprise, modafoca!
Sim, 365 dias de várias surpresas boas e ruins, muitos "o que está acontecendo?" e algumas doses de choro copioso no banheiro podem, em suma, definir esse ano que bem conheço e desconsidero pacas.

*

E, bem, não bloguei tanto quanto gostaria, mas a vida é uma caixinha de surpresas e nós somos apenas o Joseph Climber tentando sobreviver a essa montanha-russa emocional chamada realidade. But, nem só de lástimas viverá o homem, então vamos ao ponto principal desse post.

E eu nunca me senti tão imerso e, ao mesmo tempo, tão desapegado de mim e tão presente no mundo.
Esse quote é do Albert Camus e aparece logo na introdução do filme Detachment  porcamente traduzido para "O Substituto" aqui no Brasil. Basicamente, acompanhamos a vida do professor substituto Henry Barthes (interpretado por Adrien Brody) e suas experiências dentro e fora da sala de aula. A questão é: não para por aí. Henry é obrigado a lidar com o avô que possui Alzheimer, a adolescente prostituta Erica, alunos agressivos e sem grandes perspectivas de futuro e outros pormenores que dão o tom do longa. 

Quem nunca, né?
Esse não é mais um filme sobre algum professor brilhante cheio de aspirações, com vontade de mudar o cotidiano de seus alunos e lutar contra as falhas da educação. Na verdade, a história fala sobre um professor distanciado, desapegado (olha a referência com o título original aí) e que, muito tristemente, percebe que estamos todos fracassando.

Adrien Brody faz um personagem denso, com um passado conturbado e que, à sua maneira, tenta se posicionar de fora e fazer a diferença, mesmo se dando conta de que também é escravo do sistema. É tudo problemático e caótico, exatamente como a realidade que enfrentamos diariamente. O filme ainda mostra outros personagens que, de forma não tão sutil, encarnam as complexidades do ser humano, em todas as suas belezas e defeitos. O espectador consegue, claramente, ver a combinação de sentimentos – frustração, ódio, melancolia e impotência –, tudo isso com um ar provocativo e extremamente pesado.

"O Substituto" definitivamente não é um filme para se assistir em dias de bad (aliás, leia aqui como lidar com ela). É provável que você se pegue olhando estaticamente para o teto após concluí-lo e, ainda mais possível, que você arruine o resto da sua semana por conta de pensamentos e reflexões acerca do assunto (experiência própria). Vale a pena? Logicamente que sim.

NOTA: 10/10

Diz aí como foi o seu 2016. E, se você já viu o filme, conte o que achou! 

38 comentários:

  1. percebi que por mais que tenha vivido 2016 intensamente, não saberia montar uma lista porque não sei o que consegui ou perdi de maneira pessoal (?)

    sobre o filme, que bom você dizer isso. eu tinha uma preguiça de ver esse filme por conta de cenas postadas no facebook, as quais julguei pela atuação aparentemente ruim e um certo clichê. mas que bom que é mais que isso. quando estiver preparada assisto e comento o que achei!

    que bom que voltou a postar ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que felicidade em te ver por aqui! ♥

      Admito que a minha retrospectiva foi meio blé e rápida justamente porque 2016 foi um ano muito intenso e eu também não sei afirmar com certeza tudo o que houve. HAHAHA Foi como um daqueles episódios de "Além da Imaginação" ou sei lá. Bizarro!

      Eu realmente gostei, achei que fugiu do clichê "super professor que consegue mudar o mundo". Sobre as atuações: algumas são boas, outras nem tanto. Porém, acredito que isso não desmerece os créditos do filme de maneira alguma!

      Estava louca de saudades de postar por aqui, espero que esse ano eu - finalmente - consiga cumprir minha meta de ser mais ativa com o blog. hahaha

      Beijo :*

      Excluir
  2. Gente, 100 filmes!! Quanto filme!
    Eu sou aquele tipo de pessoa que tem preguiça de filmes e ama séries (não faz o menor sentido). Esse ano consegui assistir Grey's Anatomy completa, HTGAWM e mais alguns eps aleatórios de outras séries. Quando você falou dos filmes eu pensei "poxa, isso deve ter levado muitas horas", mas acho que não estou muito diferente kkkkk
    Vou colocar esse filme na minha lista dos que valem a pena assistir porque, sinceramente, estou cansada daqueles clichês em que a pessoa chega num lugar cheio de coisas ruins, trás um monte de esperança, bons conselhos e tudo dá certo no final. A vida não funciona assim. Claro que o papel de um filme não é retratar a realidade 100%, mas eu estou numa fase em que prefiro que a coisa ainda tenha um pouco de fundamento lógico.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, até eu fiquei espantada com a quantidade! Sabe que eu falei um pouco sobre isso de séries x filmes nesse post aqui? Sempre achei o esquema de séries mais envolvente, justamente porque podemos acompanhar o desenrolar da trama durante váários episódios. Porém, 2016 foi um ano muito corrido e, às vezes, eu só precisava de umas horinhas de relaxamento e descanso, então os filmes acabaram me servindo bem. HAHAHAHA Até porque sou meio encanada com séries em aberto, preciso começar e finalizar logo, caso contrário, acabo desanimando e fico frustrada. :( Grey's Anatomy é amor demaisss! ♥ HTGAWM ainda não assisti, mas estou bem curiosa, admito.

      Exatamente por isso que gostei tanto do filme: ele retrata, de forma bem fiel, a realidade! Também estou um tanto quanto de saco cheio de filmes "fantasiosos" onde tudo é cheio de purpurina. hahaha Fundamento lógico tem sido essencial para mim nesses últimos tempos!

      Beijos :*

      P.S.: visitei seu blog e estou apaixonada! Já te adicionei ao meu blogroll.

      Excluir
  3. Minha nossa, quanto filme! Hahahaha
    Tem tanta série minha desatualizada... Não quero nem pensar nisso. Mas, atualmente estou vendo OTINB - e estou amando. Não tinha ouvido falar na sugestão de filme acima, mas vou marcar aqui na imensa fila. :D 2016 foi intenso para todo mundo né? Olha, gosto de olhar para o ano passado, como um ano de conquistas. Que 2017 seja aquele ano maravilhoso e tudo de bom para nós, não é?

    ResponderExcluir
  4. É muita série para pouco tempo, né? HAHAHA A minha lista está andando a passinhos de tartaruga! Sim, acho que 2016 foi um ano muito oscilante, mas, ainda assim, cheio de coisas boas e várias conquistas, como tu mencionou. Que 2017 seja demais! ♥

    E, caso você assista ao filme do post, volta aqui e conta o que achou. hehe

    Beijão ;*

    ResponderExcluir
  5. Que delicia fazer uma reflexão do ano que passou né..Eu amo respectivas! E caraca, 100 filmes? Muita coisa viu? :O

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, eu também gosto de retrospectivas, dá para ter uma noção legal de como foi nosso ano! :) Pois é! Bastante, né? hahaha

      Beijos ;*

      Excluir
  6. Caraca, que invejinha de você nesse número de assistidos 2016. Certeza que cheguei nem perto disso, mas na real não sei quantos assisti pq não fui fiel na contagem (outro super ponto pra ti em manter o contador on). Esse filme que citaste eu ainda não vi, mas fiquei cheia de vontade. Parece o tipo de filme certo pra pensar na vida. Só não entendo porque essa insistência em traduzir os títulos de filmes... `As vezes até a legenda vem abrasileirada demais e descaracteriza o conteúdo. Peninha. Último ponto: adorei esse humor ácido da tua postagem. Sabe falar, garota. Blog mais, blogs mais! ;-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comecei a realizar essas listas/contagens em 2014 e isso acabou se transformando em um hábito super divertido. Recomendo!

      Achei o filme muito denso e reflexivo, exatamente o tipo que te faz parar e refletir. E, realmente, muito chato essa tradução descaracterizada de alguns conteúdos. :(

      Poxa, fiquei extremamente lisonjeada! hahaha ♥ Obrigada, de verdade! Blogarei mais, pode ter certeza. :P

      Beijos :*

      Excluir
  7. Gente 100 filmes é muita coisa, eu achando que assistia muito. Não contei mas não deve ter chego em 100 não
    Bjs
    Tissi
    www.tissianebalbino.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, né? hahaha Nem eu sei como consegui ver tudo isso!

      Beijos ;*

      Excluir
  8. To com uma ligeira in veja desses filmes que você assistiu! hahaha Pq apesar de n saber quantos eu assisti n cheguei nem na metada por causa da correria da faculdade kkkk Já vou começar a contar os desse ano! Um beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, guria, em 2015 eu vi somente 24 (!) filmes por conta de faculdade/trabalho, sei bem como é. Esse ano foi um recorde pessoal mesmo, nem eu acreditei. Começa a contar e dá nota também, é super divertido. hahahaha

      Beijos :*

      Excluir
  9. Olá!!

    Parece ser muito interessante esse filme, eu gostei, já atá anotei aqui para assisti quando tiver um tempo. UAU!! 100 filmes, caramba!! Eu não conto quantos filmes eu assisto durante o ano, mas eu acredito que não cheguei nem perto disso, parabéns!!! Ah, e que venham muito mais filmes em 2017.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assista mesmo, é muito bom! Depois vem contar o que achou. hahaha Comecei a contagem de filmes em 2014 e, desde então, virou hábito. É bem divertido, rola até umas notas. Obrigada!

      Beijo :*

      Excluir
  10. Olha meu 2016 começou bom, ficou meio bosta e depois melhorou de novo, mas as "baixas" que eu tive nele foram MUITO significantes.
    Sobre o filme eu havia ouvido falar dele, mas nunca parei pra assistir de fato, mas sua resenha me fez ainda mais querer vê-lo! Já vou procurar.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, também senti isso! 2016 foi um ano muito pesado, cheio de acontecimentos marcantes. Procure sim e depois me diga o que achou. :)

      Beijos ;*

      Excluir
  11. 100 FILMES :O
    Menina to chocada kkkk
    em 2016 foi o ano em que mais fui no cinema, e se tiver dinheiro em 2017 vou bem mais
    assistir filme e uma coisa que vicia!1 kk beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHAHA Exatamente! É um hábito super viciante. Moro em uma cidade pequena e o cinema não é lá essas coisas, então costumo assistir aos filmes em casa mesmo, até prefiro. Acho que o que vale é continuar vendo. haha

      Beijos ;*

      Excluir
  12. Será que não fui eu quem escreveu essa retrospectiva? HAHAHAH. Foi igualzinha, lembrei ate dos choros no banheiro e os filmes que vieram na minha cabeça. Foi um ano bom, mas eu quero mesmo é que 2017 seja ótimo.

    http://quistecontarblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHAHAHA Só resta a gente se abraçar e tornar 2017 um ano maravilhoso!

      Beijão :*

      Excluir
  13. Poxa, que bom que vc viu tantos filmes assim isso traz muitos benefícios (acredito que inclusive para a criatividade). Pra muita gente 2016 foi um ano difícil, de trabalho puxado mas o importante é aprender e evoluir para o próximo ano. Felizmente, para mim 2016 foi um ano incrível no âmbito pessoal, mas acho egoísta da minha parte dizer que foi um ano bom no geral por conta dos problemas políticos e econômicos que o país enfrentou. Foi péssimo se olharmos nessa perspectiva. Mas a gente segue a vida né? hahaha

    Quanto ao filme que vc citou, ainda não tive a oportunidade de ver! Logo não posso opinar né hasihuiasa

    Parabéns pelo post!

    Beijos ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simmm, também acho que ajuda demais na questão da criatividade e senso crítico!

      Fico realmente feliz em ver que alguém teve um ano incrível em 2016, porque a maioria dos relatos que li foram carregados e negativos. :( E, sim, politicamente foi um momento terrível para o país, mas seguimos caminhando. haha

      Obrigada!
      Beijos ;*

      Excluir
  14. Oi, Victória!
    100 filmes!!! Que delícia!! Acredita que nunca pensei em anotar os filmes que assisto? Vou começar a fazer isso agora e no fim do ano posto a lista :)
    Começarei com a sua dica de filme. Gosto muito desse ator, mas ainda não assisti O Substituto.

    Beijos!
    Gatita&Cia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, uma delícia mesmo! Ah, super recomendo, viu? É bem legal sentar no final do ano e ver o amontoado de coisas que tu assistiu, classificar os melhores e piores. hahaha Eu adoro!

      Também sou fã do Adrien Brody, espero que goste do filme. Depois me diga o que achou. :)

      Beijo :*

      Excluir
  15. Faço licenciatura e fiquei interessada pela abordagem do filme. Eu mal tenho o hábito de assistir a filmes, mas bem que queria assistir a uns 100 hehe. Adorei o seu post, bem gostoso de ler.

    De cara com a Juh

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já vou avisando que é pesado, especialmente para nós que cursamos licenciatura. hehe Mas vale muito a pena, traz várias reflexões sobre o assunto!

      Obrigada.
      Beijos ;*

      Excluir
  16. "É provável que você se pegue olhando estaticamente para o teto após concluí-lo e, ainda mais possível, que você arruine o resto da sua semana por conta de pensamentos e reflexões acerca do assunto." - Não faço ideia do que você tá falando u_u! Ótimo post guria, parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHA Inspiração dos meus posts! ♥ Obrigada, lindo.

      Excluir
  17. Oi , não acredito que você assistiu 100 filmes por ano !! Ahh inveja , eu queria também , mas gasta demais ir cinema e locadora !! Bom assistir Netflix né kkk
    Adorei seu blog
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é! HAHAHA Guria, sabe que eu fui ao cinema apenas 1 vez durante 2016?! Ademais, assisti muita coisa na Netflix ou baixei, senão o bolso não aguenta. hahaha

      Muito obrigada! Fico super feliz em ler isso. <3

      Beijos ;*

      Excluir
  18. Muito legal, ter visto todos estes filmes, não contabilizei mais bem provável ter assistido uma media de 20 filmes durante o ano de 2016 isto por que mais no final do ano estava assistindo com uma frequência maior. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale a pena contabilizar para fazer uma retrospectiva depois. haha

      Beijo :*

      Excluir
  19. Nunca ouvi falar desse filme, mas já me interessei demais! Deve render ótimas reflexões, mas tô achando que não é o melhor momento pra eu assistir haha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rende reflexões maravilhosas, mas você tem que estar em um momento bem centrado, não irei mentir! hahaha É um filme que traz vários problemas à tona e, se tu não estiver preparada, acaba afundando.

      Beijos ;*

      Excluir
  20. Nossa 100 Filmes Rs Muito Legal Também Amo Filmes , Mas Confesso Que Sou Viciadas Em Series e Preciso Por em Ordem porque quero Assistir todas ao Mesmo Tempo kkk !
    Fiquei Super Interessada Nesse Filme , Concerteza Vou Assistir !
    Parabéns Pelo Blog 💗

    www.blogbrincodeperola.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É tanta coisa que a gente se perde, né? HAHAHA Depois me conta o que achou. :)

      Obrigada!

      Beijos :*

      Excluir


Tecnologia do Blogger.